Itaú Cultural lança editais de emergência para financiar artistas durante a quarentena

Apresentação da peça “Nós”, do Grupo Galpão, no Itaú Cultural Foto: Fernando Genaro / Divulgação

As inscrições começam na segunda-feira (6) e os 120 selecionados vão receber até R$ 10 milO Fonte: O Globo

SÃO PAULO – Para dar uma força a artistas que perderam trabalho ou renda por conta da quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus, o Itaú Cultural anunciou, nesta sexta-feira (3), três editais emergenciais voltados àsartes cênicas, à música e às artes visuais. O objetivo do projeto “Arte como respiro: múltiplos editais de emergência” é, segundo o comunicado enviado à imprensa, “acolher os artistas obrigados a atuar isoladamente se sem remuneração, neste momento” e “gerar recursos para a economia criativa”.

– Com essa ação, reafirmamos nosso papel de fomentar a arte,estimular a difusão do fazer cultural e provocar a capacidade criativa do setor – diz Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural. – Em meio à pandemia que afeta a todos nós, cada setor precisa estar ainda mais junto para buscar soluções ou formas de diminuir os impacto negativos.

As inscrições para o edital de artes cênicas (circo, dança e teatro) começam na segunda-feira (6) neste link. O Núcleo de Artes Cênicas do Itaú Cultural vai selecionar 120 projetos em dois eixos distintos: 90 “trabalhos produzidos na quarentena” e 30 “espetáculos cênicos completos já gravados”.

Segundo Galiana Brasil, gerente do Núcleo de Artes Cênicas, o edital contempla dois eixos para que grupos e artistas impossibilitados de fazer arte em casa possam inscrever projetos apresentados e gravados em vídeo antes da quarentena que fechou teatros e salas de espetáculo e proibiu aglomerações.

– O edital tem o propósito de abrir espaço e recursos e para toda a movimentação que vimos crescer nas redes sociais e plataformas online nesta temporada de isolamento – afirma Galina. – É uma forma de interação com esse momento tão singular. Estamos construindo e aprendendo juntos.

próprios artistas com apoio do Itaú Cultural. Ainda não há data de inscrição para os outros dois editais anunciados (música e artes visuais).

Saron, o diretor, espera que outras instituições acompanhem o Itaú Cultural e se proponham a financiar o trabalho de artistas enquanto durar a quarentena:

– Instituições que tenham condições semelhantes às nossas podem desenvolver programas e ações para oferecer mais imaginação, criatividade e oxigênio afetivo para a população nestas circunstâncias tão difíceis e, ao mesmo tempo, apoiar a economia da cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *